Buscar
  • Luis Namura

Tópico 22 - Autorização para decolagem - Princípios de marketing digital

Afinal, qual é a diferença entre o marketing tradicional e o marketing digital?


Essa pergunta talvez já tenha lhe ocorrido; vamos então estabelecer as bases do marketing digital e entender de uma vez por todas suas similitudes e diferenças com a sua “versão não digital”.

Marketing


Como vimos no Blogpost “Os 4 As do Marketing”, uma sucinta, porém clara, definição do termo marketing nos é oferecida por um de seus papas, Phillip Kotler, que aqui transcrevemos:


Marketing é suprir necessidades do cliente gerando lucro.


Podemos também nos valer da definição da American Marketing Association:


Conjunto de atividades e processos para criar e entregar ofertas que tenham valor para os consumidores.


Portanto, pensar marketing significa entender e satisfazer desejos e necessidades de nosso público-alvo.


Marketing digital


Então, o que significa o termo “digital” associado à palavra marketing? Nada mais, nada menos que a utilização das ferramentas que a internet nos oferece para fazer exatamente a mesma coisa que já vimos fazendo através de outros meios, qual seja: “entender nosso cliente e satisfazer seus desejos e necessidades”.


Princípios do Marketing digital


Quando nos referimos ao marketing, vimos que suas funções básicas eram descritas pelos 4 As: Análise, Adaptação, Ativação e Avaliação.


Uma vez entendida a necessidade ou desejo do cliente (dor) na etapa de “Análise”, e desenvolvida a solução para essa dor na etapa de “Adaptação”, comunicamos o público-alvo acerca da solução (produto ou serviço) na etapa de “Ativação” e, por fim, mas não menos importante, “Avaliamos” o resultado de nossas ações para ver se alcançamos os objetivos que pretendíamos com nossas ações.


O Marketing digital também incorpora essas 4 funções. Entretanto, sua vocação natural está mais focada nas etapas de “Ativação” e “Avaliação”, qual seja, descobrir quem é o público mais adequado para consumir seu produto/serviço e informá-lo através dos canais que ele utiliza no meio digital (Ativação) e mensurar os resultados das ações executadas (Avaliação).


Ferramentas do Marketing Digital


As modernas plataformas do Marketing digital facilitam muitíssimo a elaboração e veiculação de anúncios para um público consumidor que realmente tem interesse em comprar seu produto (público-alvo).


Encontrar o público certo para seu produto, anunciar para ele e medir o resultado de sua campanha talvez seja a maior contribuição que as ferramentas digitais trouxeram à atividade de marketing. Hoje em dia, plataformas como Google Ads, Facebook Ads entre outras não apenas facilitaram o desenvolvimento das campanhas publicitárias mas também reduziram seu custo a valores que permitem a qualquer pessoa, munida de um computador e conexão à internet, promover seus produtos e serviços e vendê-los ao mundo todo.


Framework do Marketing Digital


Para tornar mais clara a estrutura do marketing digital, veja o diagrama a seguir que você também encontra no livro Yes, you can! – capítulo Autorização para decolagem – tópico Princípios de Marketing Digital.


Sugestão


Abra uma conta no Google e acesse a ferramenta Google Ads gratuitamente. Estude como utilizar essa plataforma para encontrar o público-alvo para seus produtos/serviços através da segmentação que a própria ferramenta permite, tal como idade, sexo, região, preferências, entre muitas outras possibilidades.


Cumprida essa etapa, siga o passo a passo para criação e publicação de seus anúncios, conforme a própria ferramenta lhe instrui. Após publicar e impulsionar seus anúncios, acompanhe as métricas que a plataforma lhe oferece para verificar o quão assertiva foi a sua estratégia e o que você poderá melhorar para alcançar excelentes resultados em suas próximas publicações.


Conselho


É claro que estou aqui apenas indicando o caminho, mas, para percorrê-lo, sugiro que você busque um bom curso de marketing digital entre os diversos disponíveis na internet.


Tenha em mente que dificilmente uma empresa irá sobreviver no século XXI sem que se utilize das ferramentas digitais disponíveis, uma vez que as ferramentas que utilizamos no século XX, tais como rádio, TV, panfletos, outdoor, cartazes entre outras não serão capazes de responder aos desafios do marketing no século XXI em que, virtualmente, todas as pessoas disporão de um celular e cada vez mais farão uso dele para se comunicar, divertir, informar, pesquisar e realizar tarefas rotineiras do dia a dia.


Adquira agora o seu exemplar do livro Yes, you can!

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo